Proposta Pedagógica

A proposta pedagógica do Colégio Franciscano Santa Clara volta-se para a construção do conhecimento, favorecendo o desenvolvimento de um estudante protagonista e agente de transformações sociais. Isso surge de uma série de escolhas que se alicerçam nos princípios da alteridade, da autonomia e da pesquisa.

Todas as ações docentes são baseadas no Sistema Educacional Franciscano (SEFRAN). Trata-se de um sistema educacional próprio que alia a tradição educacional e moral franciscana às pesquisas de ponta em Educação e Tecnologia.

Nossos estudantes reconhecem o processo de transformação social possibilitado pela nossa proposta pedagógica, vivenciando os valores de acolhimento, responsabilidade e participação. Esse é o espírito do SEFRAN.

O Sistema Educacional Franciscano realiza-se no Colégio em ações pedagógicas práticas e intencionais como:

  • Estudo do meio – o conhecimento é construído em situações fora da sala de aula, favorecendo a vivência com o saber.
  • Roda de leitura – estratégias de formação do leitor comuns nos primeiros anos do Ensino Fundamental foram pesquisadas e adaptadas, por nós, para todo o percurso formativo.
  • Projetos – centrados na interação entre conhecimentos e habilidades, extrapolando os limites dos componentes curriculares.
  • Trabalho em grupo – reconhecendo que o conhecimento é também uma construção social, o Colégio Franciscano Santa Clara valoriza o trabalho em grupo, desenvolvendo estratégias próprias de aplicação.
  • Uso de informática, mídia e tecnologia – oferecendo aos estudantes oportunidade de ampliar seus conhecimentos.

Desse modo, aliados à experiência de educação franciscana, garantimos ao estudante uma formação integral de excelência que o habilita a enfrentar os desafios futuros em sua vida acadêmica, profissional e pessoal.

Avaliação

A avaliação do processo será contínua e cumulativa, desenvolvida pelo docente e os discentes no decurso do período letivo, nos momentos e situações mais convenientes, utilizando diversos instrumentos.

Compreende a apuração da assiduidade, aprendizagem, competências e habilidades do discente, levando-se em consideração os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais.

Os resultados do processo da aprendizagem serão aferidos por meio de diversas verificações, com vários instrumentos e acompanhados do replanejamento permanente do professor segundo as necessidades apresentadas.

Os educandos que apresentarem rendimento insuficiente participarão de processos de recuperação imediatas e paralelas, tão logo sejam detectadas as dificuldades, e ao final de cada trimestre em data pré-estabelecida no calendário escolar.